ABVTEX

#
Sakamoto e especialistas debatem trabalho forçado e imigração na moda PDF Imprimir E-mail
Qua, 06 de Setembro de 2017 17:59

Trabalhadores bolivianos durante fiscalização de denúncia de trabalho escravo em oficina de tecelagem de Americana (SP)

A indústria têxtil, que emprega cerca de 75 milhões de pessoas no mundo, enfrenta desafios para ter uma cadeia de produção sustentável –do fast fashion às marcas de luxo. São práticas que vão desde baixa remuneração e condições precárias até pessoas submetidas a trabalho forçado e tráfico humano internacional.

Para discutir os custos da moda e novas maneira de produzir, empreendedores sociais e especialistas se reúnem em mais um evento da série "Diálogos Transformadores", que debaterá o tema "Trabalho e Imigração na Indústria da Moda", na quinta-feira (28), em São Paulo.

O evento, realizado pela Folha em parceria com a Ashoka, reúne o jornalista Leonardo Sakamoto, fundador da ONG Repórter Brasil, a procuradora Cristiane Lopes, coordenadora do grupo de trabalho sobre migrantes e refugiados do Ministério Público do Trabalho, e Edmundo Lima, diretor-executivo da ABVTex (Associação Brasileira do Varejo Têxtil) como protagonistas.

  Kay Chernush/Divulgação  
O cientista politico e presidente da ONG Repórter Brasil
Sakamoto, cientista politico e presidente da ONG Repórter Brasil, denuncia casos de trabalho forçado

O trio irá debater com Peter Poschen, diretor do escritório brasileiro da OIT (Organização Internacional do Trabalho), e com o padre Paolo Parise, da equipe de coordenação da Missão Paz.

Esta edição, apresentada pelo Instituto C&A, traz também os casos inspiradores de Dariele Santos, cofundadora do Instituto Alinha, e Soledad Requena De Spyer, coordenadora de migração e gênero do Cami (Centro de Apoio e Pastoral do Migrante).

O instituto promove conscientização sobre processos dignos e justos de trabalho em conversas com oficinas e costureiros. Já o centro de apoio oferece curso de capacitação técnica e teórica para imigrantes trabalharem no mercado têxtil exigindo mais valorização.

"Estamos trabalhando com parceiros em toda a indústria da moda para enfrentar as causas do trabalho forçado", explica Giuliana Ortega, diretora-executiva do Instituto C&A. "Para isso, apoiamos iniciativas de empoderamento e promoção da garantia de direitos humanos dos mais vulneráveis, como os imigrantes. Acreditamos que o fomento do debate sobre essa temática é fundamental para avançarmos e para inspirar outros a serem parte dessa transformação."

  Rodrigo Dionisio/Folhapress  
Padre Paolo Parise, da equipe de coordenação da Missão Paz
Padre Paolo Parise, na Missão Paz, na Missão Paz, na região do Glicério, Centro de São Paulo

Para Wellington Nogueira, presidente do conselho da Ashoka Brasil, as soluções que criam futuros sustentáveis já estão acontecendo hoje. "O 'Diálogos Transformadores' é um espaço de atualização, inspiração, engajamento e ação", afirma.

"A missão dessa parceria entre Ashoka e Folha é criar esse importante espaço de disseminação dessas iniciativas e dar luz a estas experiências inovadoras e inspiração a transformação da nossa sociedade", complementa.

O evento poderá ser acompanhado pela "TV Folha", que exibirá a íntegra no dia seguinte.

O conteúdo da discussão, que se propõe a apontar caminhos, será ainda transformado em um minidocumentário para websérie no canal "Diálogos Transformadores".

"É uma iniciativa que leva a excelência editorial da Folha para uma série de conteúdos multimídia sobre importantes temas da agenda socioambiental por meio de diálogos que começam na 'TV Folha', continuam no nosso auditório e chegam até a escola", afirma Sérgio Dávila, editor-executivo do jornal. "Além de informar, apontar caminhos e conscientizar, é também uma oportunidade de mobilizar a Rede Folha de Empreendedores.

 

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/empreendedorsocial/2017/09/1916024-sakamoto-e-especialistas-debatem-trabalho-forcado-e-imigracao-na-moda.shtml

 
#

Endereço: Rua Cayowaá, 1071  conj. 54 – cep 05018-001 - São Paulo - SP
Tel/Fax: +55 11 2533-0034
Email: abvtex@abvtex.org.br