Ações Institucionais

Ações Institucionais

A ABVTEX realiza uma série de ações de caráter institucional, contatos com formadores de opinião e autoridades, parcerias com entidades e autarquias para o desenvolvimento do varejo de moda e da cadeia de fornecimento.

Entre as principais atividades, destacam-se:

  • Membro

COETRAE/SP – Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo
COMTRAE/SP – Comissão Municipal de Erradicação do Trabalho Escravo
InPACTO – Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo
COMTEXTIL – Comitê da Cadeia Produtiva da Indústria Têxtil, Confecção e Vestuário, da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp)

  • Parcerias e Apoios Institucionais

Parceria Público Privada com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), Abit Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção (Abit), Instituto C&A, Instituto Lojas Renner e Zara Brasil: o Programa “Promovendo melhorias das condições de trabalho e gestão nas oficinas de costura em São Paulo” prevê a promoção do trabalho decente no setor têxtil e de confecção de São Paulo.

SENAI CETIQT-RJ em prol da promoção do desenvolvimento de fornecedores do Rio de Janeiro junto ao programa ‘Brasil Mais Produtivo’, programa do Governo Federal.

Abicalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados), que passa a integrar o Conselho Consultivo do Programa ABVTEX fortalecendo as ações pelo fornecimento responsável no setor calçadista.

Abit (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção) para o diálogo sobre temas de interesse comum do setor têxtil; definir uma agenda de desenvolvimento do setor e aprimorar a relação entre varejistas e cadeia de fornecimento.

Aliança Empreendedora no Programa Tecendo Sonhos, que prevê a capacitação em gestão de imigrantes empreendedores para abertura/formalização de oficinas de costura. A ação visa apoiar a responsabilidade social na cadeia produtiva em São Paulo.

ÁPICE (Associação pela Indústria e Comércio Esportivo), que representa as principais marcas esportivas no Brasil. Discussão de pautas comuns como o combate à pirataria e ao trabalho análogo ao escravo.

Instituto Ethos e Uniethos para o Programa Valor em Cadeia, com o objetivo de melhorar o desempenho do negócio, o bem-estar dos funcionários e a gestão ambiental das micro, pequenas e médias empresas de confecção.

Assintecal (Associação Brasileira de Empresas de Componentes para Couro, Calçados e Artefatos) para a discussão sobre temas de interesse comum relacionados ao desenvolvimento da indústria de calçados e acessórios.

Conselho Estadual de Combate à Pirataria (CECOP-SC), da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável de Santa Catarina, que prevê o desenvolvimento de ações para o combate à pirataria, evasão fiscal e aos delitos contra a propriedade intelectual.

CICB (Centro das Indústrias e Curtumes do Brasil) para promover a valorização do setor de couro. Orientação aos varejistas quanto às regras para comercialização de produtos de couro (calçados, bolsas e acessórios).

Gouvêa de Souza (GS&MD) para apoio institucional do Latam Retail Show.

Grupo Padrão para apoio institucional da BRWeek.

InPACTO (Instituto Pacto Nacional pela Erradicação do Trabalho Escravo) para ampliar o diálogo sobre as realidades na cadeia de fornecimento da moda e avaliação das formas para regularização e fortalecimento dos instrumentos de combate ao trabalho análogo ao escravo, visando o engajamento do setor empresarial para aperfeiçoar os mecanismos existentes.

PUC-SP (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo) para curadoria e divulgação do curso de especialização LIS – Lideranças Inovadoras para Sustentabilidade. O curso de extensão universitária tem foco nos desafios do setor incluindo na grade as principais questões de sustentabilidade, gestão de cadeias de fornecimento e consumo consciente.

SINTEX (Sindicato das Indústrias de Fiação, Tecelagem e do Vestuário de Blumenau), que abrange 18 municípios do Vale do Itajaí (SC) para troca de informações sobre o Programa ABVTEX.